A ESCOLA COMO ESPAÇO DO VIVIDO E NÃO O ESPAÇO DA FALTA

Magno Geraldo de Aquino, Karinne Luzia Rodrigues

Resumo


A preocupação com o chamado “fracasso escolar” deu origem a
inúmeras pesquisas nas últimas décadas. Nestas pesquisas, as explicações dadas para esse “fracasso”, ao longo da história, apresentam diferentes ênfases, destacando-se entre elas, as defi ciências do aluno, os fatores intra-escolares e a carência cultural de seu ambiente, sendo que esta última prevalece até os dias atuais. Em todas as abordagens percebe-se a “falta” como o elemento crucial que leva ao fracasso nos processos educacionais. Apesar disso, a escola deve ser percebida como espaço do vivido, espaço de
construção do conhecimento para se vencer, ou ao menos minorar, o problema do fracasso.

Texto completo:

PDF