O INCONSCIENTE DE FREUD A LACAN

Katiane Joelen Padilha de Lima, Nauana Taila Apel, Ana Maria Moreno de Oliveira

Resumo


O presente artigo se trata de uma revisão bibliográfica, realizado com base nos referenciais teóricos da psicanálise, sendo composto pela visão dos principais teóricos como Freud e Lacan, bem como, com a contribuição de outros autores. Teve-se como objetivo explanar o conceito do inconsciente, de modo, a apresentar as reformulações ocorridas no decurso do tempo. Para isso, inicialmente faz-se um retorno ao ponto de vista filosófico, para que na sequência se possa adentrar ao ponto de vista de Freud. Nesta direção, apresenta-se a formulação da primeira tópica do aparelho psíquico, que por sua vez faz menção a constituição do recalque. Por conseguinte, aborda-se uma nova concepção do aparelho psíquico, a qual se denomina segunda tópica. Esta por sua vez, possibilita um direcionamento para que Lacan promova uma releitura da originalidade teórica de Freud, intitulando desta forma, o que vem a ser “o inconsciente estruturado como uma linguagem”.


Texto completo:

PDF