DA ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL A RE-ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL: REFLEXÕES ACERCA DA ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO FRENTE AO ATUAL CENÁRIO DE MUDANÇAS PROFISSIONAIS

Aline dos Santos Fabris, Bruna Cardoso Zinhani, Bruna Morgana Giraldi Barão, Gabriella Marcondes do Amaral, Raquel Carvalho Lisboa, Maria Adelaide Pessini

Resumo


O presente artigo pretende ressaltar aspectos acerca da atuação do psicólogo enquanto orientador e reorientador profissional, e o quão amplo é este processo, tendo em vista seus ricos subsídios teóricos e práticos para o cenário contemporâneo, que tem apresentado uma vasta demanda desta prática em diversas circunstâncias perpassadas pelos sujeitos. Na busca de um trabalho preventivo e simultaneamente que promova qualidade de vida, apresentamos as possibilidades em que se pode servir da reorientação; um breve histórico desta prática no Brasil e as principais teorias psicológicas que dão suporte à orientação profissional. Para atingir os objetivos desta pesquisa foi realizado um cauteloso garimpo das revisões bibliográficas. Com o estudo, pode-se concluir que a práxis do psicólogo na orientação profissional ou na re-orientação profissional requer conhecimentos teórico, metodológico e das singularidades de cada sujeito (orientando ou re-orientando) e do contexto onde os mesmos estão inseridos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/akropolis.v25i1.6670