A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO SISTEMA EDUCACIONAL BRASILEIRO: UMA BREVE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Lisiê Ferré Lotti, Maria Eduarda Gaspar Servidoni, Maria de Fátima Cardoso, Tânia Cristina Zolim, Vivianne Augusta Pires Simões

Resumo


É possível observar nos últimos anos um aumento significativo na preocupação de governantes e da comunidade em geral com a qualidade e a quantidade dos recursos naturais em nosso planeta. Discussões sobre desenvolvimento sustentável, meio ambiente e educação estão constantemente presentes nos mais variados círculos sociais. Dessa maneira, a Educação Ambiental enquadra-se como a uma forma eficiente de promover a difusão de questões ambientais e preservação para toda a sociedade, uma vez que tem como principal objetivo a conscientização dos alunos de que o planeta passa por um período de intensas transformações que desencadeiam desequilíbrios naturais, os quais afetam a qualidade dos recursos naturais como água, solo e ar e, ainda, podem alterar drasticamente o clima e a amplitude dos habitats naturais, resultando em reduções na biodiversidade e na qualidade de vida humana. Nesta revisão bibliográfica, apresentaremos um breve histórico da Educação Ambiental no mundo e, principalmente, no Brasil, bem como a legislação que rege o tema no nosso país. Posteriormente, serão abordadas as principais e mais recentes pesquisas e métodos em relação à Educação Ambiental no país, a fim de verificar se a obrigatoriedade ou a arbitrariedade da implementação da disciplina nas instituições de ensino são relevantes para a efetividade dos principais objetivos da Educação Ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v15i1.2015.5608