A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA DE INTELECTO NA REDE PÚBLICA DE ENSINO: O DESAFIO DOCENTE

Ana Paula Beserra de Sá, Gabriela Bravo Agio, Regiane Cristina Prazeres, Suellen Rodrigues Pereira, Vivianne Augusta Pires Simões

Resumo


O presente artigo tem como objetivo discutir aspectos relevantes acerca dos desafios dos professores com relação à inclusão dos alunos com deficiência de intelecto na rede regular de ensino. A história da educação especial brasileira com as fundamentações determinadas pela legislação vigente aponta os caminhos a serem galgados pelos professores no que diz respeito a assegurar o ensino de qualidade aos alunos deficientes, porém, ao fazermos uma retrospectiva destes caminhos, percebemos que apesar das pessoas com deficiência intelectual terem conquistado seus direitos, ainda há muito a se fazer em prol de uma educação emancipadora. A legislação e os documentos orientadores e normativos tanto do MEC quanto da SEED, assim como os projetos e currículos específicos para o atendimento dos alunos especiais explicitam a importância da formação e capacitação, inicial e continuada dos professores da rede pública de ensino. Considera-se que os problemas enfrentados pelos professores estão vinculados, na maioria das vezes, na ausência do (re) conhecimento das características dos alunos DI (Deficiência Intelectual), por isso, acabam contribuindo com a ausência de possibilidades de avanço desses alunos, o que leva ao fracasso escolar.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v15i2.2015.5619