O LÚDICO E A ADAPTAÇÃO AO MEIO LÍQUIDO DE CRIANÇAS COM MEDO

Gisely Rodrigues Brouco

Resumo


Na tentativa de tornar a aula de natação um ambiente prazeroso e agradável, principalmente às crianças com algum receio, medo ou trauma de água, a utilização da ludicidade como instrumento didático pedagógico na adaptação ao meio líquido tem sido uma alternativa para aprendizagem natural da criança. As atividades na água propiciam que a criança aprenda brincando, sendo a brincadeira um meio alternativo para que ela se aventura e descubra novos significados. Portanto, a ludicidade para a criança é de fundamental importância, pois proporciona a descoberta de seus limites e dá a elas a oportunidade de aventurar e alcançar objetivos sem mesmo que elas percebam. Dessa forma, acredita-se que superando seus medos mais facilmente. Diante disso, esse estudo propõe por meio de uma pesquisa descritiva qualitativa, comparar a importância e eficácia da utilização das atividades lúdicas como instrumento didático pedagógico ao método tradicional de ensino no processo de adaptação ao meio líquido de crianças com medo de água, hipoteticamente acreditando ser “mais rápido e fácil” o aprendizado da natação e a superação dos medos e limites das crianças de 07 a 12 anos que participaram a participação no Projeto de Extensão “Água Viva” no ano de 2014, “brincando”. Foi possível concluir que a utilização do lúdico como instrumento didático pedagógico foi mais eficaz na aprendizagem e desenvolturas das crianças do que aquelas que aprenderam pelo método tradicional, uma vez que vivenciaram apenas experiências e prazeres utilizando recursos como jogos e brincadeiras sensoriais, brincadeiras cantadas, durante as aulas, vencendo suas limitações e o “medo de água”.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v16i2.2016.5971