O CONCEITO DE INTERSECCIONALIDADE: CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR

Aline dos Anjos das Dores, Cinthia Silva Ribeiro, Eliane Aparecida Calhiari, Ellen Bruna Duarte Paranhos, José Augusto Gerônimo Ferreira, Claudia Lopes Perpétuo

Resumo


O projeto de pesquisa aqui apresentado objetivou investigar o conceito de interseccionalidade e suas contribuições para a formação no ensino superior. O conceito nos leva a compreender como as articulações das diferentes categorias sociais se inter-relacionam e estruturam a vida dos sujeitos, produzindo desigualdades e injustiças, desvela a complexidade da situação de pessoas e grupos, afirmando a coexistência de diferentes fatores como: vulnerabilidades, violências, discriminações; também chamados como eixos de subordinação, permiti a possibilidade de pesquisar e viabilizar a existência ou não de desvantagens produzidas pela sociedade desigual sobre os sujeitos. Como nos traz Pocahy (2011, p.28) podemos pensar a interseccionalidade “[...] como um modo de problematizar o que nos faz humanos ou não”. A abordagem interseccional mostra a coexistência e a subordinação de diferentes fatores, como se interseccionam em contextos históricos e específicos nas diferentes dimensões da vida social, que não são separadas. Este projeto na graduação possibilitou desvelar a articulação das múltiplas diferenças e desigualdades que perpassam, atingem e transitam todos os contextos, sem exceções, onde se produzem e reproduzem as relações humanas, buscando perceber a produção de sujeitos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v17i2.2017.6600