O PAPEL DO PROFESSOR DIANTE DO BULLYING NA SALA DE AULA

Willer Carlos de Oliveira

Resumo


O bullying é um fenômeno mundial que tem se manifestado tanto em escolas públicas como privadas. Algumas escolas não admitem a ocorrência do bullying entre seus alunos, ou desconhecem o problema ou se negam a enfrentá-lo. De origem inglesa, corresponde a um conjunto de atitudes de violência física e/ou psicológica que ocorrem nas instituições de ensino. Crianças e jovens vítimas de bullying, na maioria das vezes, sofrem caladas frente ao comportamento de seus ofensores. As consequências podem ser desastrosas, desde repetência e evasão escolar, até isolamento, depressão e, em casos extremos, suicídios e homicídios. A presente pesquisa justifica-se em razão da importância do professor conhecer as consequências que o bullying pode trazer para às vítimas, e assim ajudar na prevenção e no combate em sala de aula, através das suas falas, gestos e ações, que podem prevenir ou até mesmo provocar o bullying. Neste contexto, buscou-se realizar uma pesquisa cujo foco foi compreender o que é o bullying, como ele ocorre e as suas consequências no ambiente escolar; analisar a maneira como os educadores percebem a existência deste fenômeno e como interferem quando percebem a ocorrência do bullying, além de verificar se as ações por parte dos professores podem implicar na ocorrência do bullying na sala de aula.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v18i2.2018.6973