Instrumento de avaliação do nível de sensibilização ambiental e do contexto organizacional interno buscando a aprendizagem organizacional

Lígia Maria Heinzmann, Alexandre de Ávila Lerípio

Resumo


Este artigo refere-se à pesquisa sobre a avaliação do nível de
sensibilização ambiental e se o contexto organizacional interno é favorável
ao desenvolvimento da Aprendizagem Organizacional. Para fazer a avaliação
do nível de sensibilização ambiental e do contexto organizacional interno,
desenvolveu-se um instrumento, cujos critérios permitiriam essa avaliação. Nele
abordaram-se questões relacionadas ao Meio Ambiente, à Cultura Organizacional
e ao Contexto Organizacional Interno. Com base na aplicação desse instrumento,
na compilação e análise dos dados, elaboraram-se Sugestões de Melhorias. A
constatação foi de que o processo de aprendizagem organizacional requer
uma cultura organizacional flexível e predisposta a mudanças, já que ela
representa uma das principais variáveis influenciadoras do sucesso ou fracasso
na implementação de mudanças nas organizações. A preocupação e o respeito
com o meio ambiente devem estar presentes na cultura das organizações e,
em conseqüência, nos processos de aprendizagem. É preciso desenvolver o
pensamento sistêmico, ou seja, que as pessoas consigam perceber e visualizar a
organização como um todo, fazendo parte do meio ambiente. Por isso, ela tem
responsabilidades com o mesmo e deve adotar uma postura pró-ativa em relação
à questão ambiental. Por meio do método desenvolvido, foi possível concluir,
pela aplicação do instrumento e da análise dos dados que: a organização não
apresenta uma sensibilização ambiental e que a mesma precisa trabalhar a sua
cultura organizacional, reavaliar e adequar o seu contexto organizacional interno,
se desejar desenvolver a aprendizagem organizacional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v5i1.283