GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS NAS COOPERATIVAS AGROPECUÁRIAS DO ESTADO DO PARANÁ: NÍVEL DE INTENSIDADE NO USO DAS INFORMAÇÕES DE CUSTOS PARA TOMADA DE DECISÃO E CONTROLE

Gervaldo Rodrigues Campos, Isabel Cristina Gozer

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar a intensidade no uso das informações de custos para tomada de decisões e controle pelas cooperativas agropecuárias do estado do Paraná. Para tanto, a metodologia utilizada se caracteriza como estudo empírico-analítico, realizado por meio de coleta, observação e análise dos dados, isto é, de natureza descritiva. Quanto aos procedimentos, caracteriza-se como pesquisa de campo. Um questionário estruturado, contendo dezenove questões objetivas, foi encaminhado para setenta cooperativas, sendo que apenas dezesseis o devolveram devidamente respondido. A amostra representa apenas 22,86% (vinte e dois vírgula oitenta e seis por cento) das cooperativas agropecuárias do estado. Como resultado, a presente pesquisa constatou que as cooperativas agropecuárias pesquisadas utilizam de forma intensa as informações produzidas pelos sistemas de custos no processo decisório, bem como recorrem às informações dos referidos sistemas para: realizar investimentos; decidir sobre ampliação da planta de produção instalada; programar compra de matéria-prima; definir o nível produção e venda; formar preços de venda; determinar o mix de produção, que é o conjunto de produtos a oferecer ao mercado. Com base nos resultados da presente pesquisa, especialmente no contexto da gestão estratégica dos custos de produção, pode-se afirmar que o segmento do cooperativismo agropecuário do estado Paraná está atento às ferramentas de gestão de vanguarda, o que proporciona maior competitividade a essas organizações, no mercado em que atuam.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v9i1.3252