OPERACIONALIZAÇÃO DE UM MODELO DE CAPITAL INTELECTUAL DIRECIONADO AO SETOR PÚBLICO

Deisy Cristina Corrêa Igarashi, Wagner Igarashi, Schilei Eccel

Resumo


O capital intelectual passou a ser percebido como um elemento essencial que auxilia organizações públicas e privadas a obterem diferencial competitivo, contudo, Queiroz (2003) observa uma lacuna, em relação à carência de ferramentas que apóiem o setor público. A partir dessa lacuna, esse autor ele propõe um modelo para identificar e gerenciar os elementos que compõem o capital intelectual direcionado a esse setor. Assim, este estudo operacionaliza o modelo em questão a fim de verificar como ele contribui na gerência de elementos intangíveis de uma instituição pública bancária. Desse modo, configura-se como uma pesquisa de caráter descritivo, que adota as seguintes técnicas: (a) pesquisa bibliográfica, aborda os conceitos relacionados ao tema e ao modelo que se propõe a operacionalizar; (b) entrevistas informais, coleta informações relacionadas à identificação do capital intelectual; (c) questionário fechado, possibilita capturar informações sobre os itens analisados. Como resultado, pode-se identificar e gerenciar os elementos que compõem o capital intelectual da organização selecionada para estudo, com vistas a gerar ações de melhoria.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v9i1.3257