CUSTO AGREGADO X VALOR PERCEBIDO: ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE SANTIAGO – RS

Jailson de Oliveira Arieira, Gabriela Lemos Volk

Resumo


Gerir o conceito de valor percebido permite à empresa conhecer melhor os clientes e o mercado, adequando suas estratégias de marketing, focando os argumentos de venda no valor em lugar do preço. O objetivo deste estudo de caso foi identificar, junto ao empresário de um estabelecimento de comércio, os principais custos agregados envolvidos em seu negócio, a influência destes no preço final dos produtos comercializados e avaliar o valor percebido nos produtos pelos clientes. Foi realizado um estudo de caso, com pesquisa exploratória e descritiva num estabelecimento de comércio no município de Santiago – RS. Com base nas informações da empresa foi possível identificar os dez itens mais importantes agregados aos custos dos produtos comercializados, sendo a “localização da loja” e o “estacionamento pra clientes” os custos agregados com maior influência relativa no custo total e a “decoração e distribuição dos produtos”, as “condições de pagamento” e o atendimento, com a menor influência relativa; Os clientes perceberam de forma diferente a influência dos itens agregados aos custos dos produtos, não havendo relação direta entre a influência relativa dos itens nos custos finais e o grau de influência inferidos pelos clientes (valor percebido); Os itens “condições de pagamento” e “atendimento” foram os identificados pelos clientes como os mais essenciais, enquanto a “apresentação dos colaboradores” foi o item identificado pelos clientes como o menos importante.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v9i1.3259