AS COOPERATIVAS AGROPECUÁRIAS FRENTE À COMPETITIVIDADE DAS SOCIEDADES ANÔNIMAS: ASPECTOS ECONÔMICOS E JURÍDICOS

Rafael Ricardo Gruber, Régio Márcio Toesca Gimenes, Fátima Maria Pegorini Gimenes

Resumo


Este artigo analisa a situação econômica e financeira de um grupo de cooperativas, que operam no setor de alimentos, em comparação com um grupo de empresas de capital aberto que opera no mesmo mercado. O foco é comparar a estrutura de capital de ambos os grupos, além de indicadores de rentabilidade e gestão das empresas. Os resultados levam a uma questão sobre a importância do ambiente jurídico-legal na eficiência das cooperativas. Por fim, o estudo aponta quais seriam as principais mudanças legais necessárias para a melhoria da competitividade das cooperativas, para que elas possam crescer com segurança e lidar com um ambiente mercadológico tão competitivo, competindo com empresas gigantes, com uma estrutura mais flexível de gerenciamento e capitais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v10i2.3633