Influência da corrente russa no ganho de força e trofismo muscular dos flexores no antebraço não dominante

Alysson Fernando Briel, Melina Francielle Pinheiro, Lara Guerios Lopes

Resumo


A Corrente Russa é uma corrente elétrica de média freqüência, bifásica, retangular, alternada, utilizada para estimulação muscular esquelética com o objetivo de aumentar o trofismo e a força muscular na reabilitação física e estética corporal. O presente estudo teve por finalidade avaliar a influência da eletroestimulação muscular russa no ganho de força e aumento do trofismo dos músculos flexores no antebraço não dominante de quinze indivíduos saudáveis, de ambos os sexos com idade entre 18 e 25 anos. Estes foram submetidos a 10 sessões de estimulação russa por 15 minutos no período de 30 dias. A intensidade da corrente foi ajustada para produzir uma máxima contração isotônica, tolerada pelo indivíduo, associada a contração muscular voluntária. A eleição da musculatura experimental deu-se após a realização da cirtometria e dinamometria em ambos antebraços escolhendo por fim o não dominante. Os resultados obtidos neste estudo foram satisfatórios, verificando-se aumento do trofismo e da força muscular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v7i3.2003.1083