Cicatrização do tendão patelar após reconstrução do ligamento cruzado anterior: participação dos fatores de crescimento

Magda Cristina Lujan de Carli, Tatiane Zafanelli Depieri, Roberta Ramos Pinto, Juliana Kopko Catarin, Jair Rodrigues Garcia Júnior

Resumo


Lesões do ligamento cruzado anterior (LCA) são freqüentes entre praticantes de atividade física e a técnica que utiliza o enxerto de tendão patelar autólogo para sua reconstrução é bastante conhecida e utilizada. A cicatrização do tendão é um processo complexo, porém ordenado, envolvendo diversos agentes reguladores. Inicia-se por um processo inflamatório que, por meio de sinais químicos, estimula a produção de fatores de crescimento polipeptídicos. Os fatores de crescimento mais importantes no reparo do tecido constituinte do tendão patelar são: fator de crescimento epidérmico (EGF), fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF), fator de crescimento de fibroblasto (FGF), fatores de transformação do crescimento alfa e beta (TGF) e várias citocinas. Estes fatores estimulam a proliferação de fibroblastos, síntese de colágeno e de outras moléculas do tecido conjuntivo. Nesta revisão, nosso objetivo é descrever a seqüência de eventos que ocorre durante a cicatrização do tendão patelar após a reconstrução do ligamento cruzado anterior, enfocando os fatores de crescimento que têm papel importante na regulação do processo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v7i3.2003.1094