Interferência Dos Exercícios De Readequação Do Complexo Tóraco-Pulmonar (Rctp) Na Capacidade De Realizar Atividades Da Vida Diária E Na Qualidade De Vida Do Paciente Portador De Dpoc: Relato De Um Caso

Elaine Paulin, Vanessa Almeida Noris

Resumo


Este relato tem o objetivo de demonstrar a evolução na realização das atividades da vida diária e na qualidade de vida de um paciente portador de DPOC submetido a exercícios de readequação do complexo tóraco pulmonar (RCTP), através do estudo de caso de um paciente de 54 anos, do sexo masculino, com diagnóstico de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) portador de restrição pulmonar moderada e obstrução grave, que foi submetido à tratamento fisioterapêutico durante 4 meses. Foram utilizados como parâmetros de avaliação ambulatorial a prova de função pulmonar (PFP), as pressões respiratórias máximas (Pimáx e Pemáx), o questionário de qualidade de vida (QQV) e o teste da distância percorrida durante 6 minutos (DP6min.). Os recursos fisioterapêuticos utilizados, foram exercícios de RTCP, direcionados ao fortalecimento da musculatura abdominal e a mobilidade do tronco em várias posições (decúbito dorsal, sentado, de gato, de joelho e em pé). Paciente apresentou melhora importante na capacidade de realizar as atividades de vida diária (AVD’s) e na qualidade de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v5i1.2001.1107