Quantificação Do Grau De Melhora Da Força De Preensão Palmar Em Pacientes Portadores De Hanseníase Submetidos A Neurólise Dos Nervos Ulnar E Mediano: Relato De Um Caso

Demóstenes Moreira, Rosicler R. Alvarez, Renata R. Nascimento, Guilhermo Moncada, José R. Godoy, Cláudio O. A. Córdova

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo quantificar o grau de melhora da força de preensão palmar nos pacientes hansenianos com seqüelas da mão. Trata-se de um estudo de caso com um paciente portador de hanseníase e o instrumento utilizado na coleta de dados foi o dinamômetro Jamar® que esteve auxiliando o estudo antes e depois da neurólise dos nervos ulnar e mediano. Concluiu-se com este estudo que o dinamômetro Jamar® é um instrumento confiável e seguro para detectar a perda da força de preensão palmar de uma pessoa e, para precisão dos resultados, padroniza-se a manopla do aparelho na posição 2 (dois) e a posição do paciente, sempre alternando os membros com intervalo de um minuto para evitar fadiga muscular. A neurólise é eficaz para liberar o nervo e, após este procedimento cirúrgico, utiliza-se tala gessada no membro e, posteriormente inicia-se a reabilitação. É através da Fisioterapia que o paciente consegue maior recuperação e mobilidade do membro afetado.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v5i2.2001.1122