Comorbidade com a dependência de substâncias nos subtipos da fobia social

Gustavo J. Fonseca D’El Rey, Carla Alessandra Pacini

Resumo


Estudos epidemiológicos têm identifi cado 2 subtipos de fobia social: a fobia social relacionada somente com o
falar, que é caracterizada pelo temor das situações de falar em público, e a fobia social generalizada, que é caracterizada pelo
temor de diversas situações sociais. A fobia social de falar em público corresponde na DSM-IV à fobia social circunscrita,
enquanto o outro subtipo corresponde à fobia social generalizada. Em contraste com a fobia social do temor de se expor em
público, a fobia social generalizada é usualmente mais incapacitante e crônica. Além disso, a forma generalizada possui uma
chance de remissão espontânea menor. Poucas pessoas com fobia social buscam tratamento profi ssional. Ambos os subtipos
apresentam a mesma chance de comorbidade com a dependência de substâncias (álcool e drogas). Assim este trabalho tem
como objetivo fazer uma revisão teórica sobre o assunto.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v9i3.2005.197