CARACTERIZAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DOS PACIENTES ATENDIDOS NO AMBULATÓRIO DE NEFROLOGIA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ NO ANO 2004

Talita Tolentino Ronqui, Patrícia Nomoto, Sergio Seiji Yamada, Edmara Aparecida Baroni

Resumo


Atualmente, a doença renal crônica (DRC), apesar da elevada prevalência, da importância clínica e dos elevados gastos com seu controle, é considerada uma patologia subdiagnosticada e subtratada. A hipertensão arterial e o diabetes melitus estão entre as causas mais comuns de DRC. Este trabalho teve como objetivo principal a descrição do perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no ambulatório de nefrologia do HUM no ano de 2004. Foram analisados 114 prontuários de pacientes com idade acima de 11 anos. Os resultados mostraram que a maioria dos pacientes era do sexo feminino (63,1%), sendo predominante a faixa etária entre 46 e 60 anos (28,1%) e a raça branca (86,0%). Do total 35,1% dos pacientes apresentaram algum grau de insuficiência renal. Observamos também que a maioria com DRC dos pacientes era hipertensa (62,5%) e diabética (37,5%). Um dado preocupante foi o alto índice de hipertensos não controlados (78,6%), na faixa etária entre 31 e 60 anos. Isto mostra a necessidade de novas formas de abordagem dos pacientes hipertensos para reduzir a morbidade e a mortalidade associadas a este fator de risco entre as pessoas com DRC.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v11i3.2007.2040