Cicatrização do periodonto: revisão

Juliano Yasuo Oda, Jaqueline de Carvalho

Resumo


Após qualquer terapia periodontal, desencadeia-se cascatas celulares reguladas por vários fatores ambientais e
locais da ferida que comandam um processo denominado de cicatrização. A descrição de cicatrização da ferida após terapia
periodontal refl ete o fato de que a “agressão” terapêutica foi adicionada à agressão microbiana. A reconstituição dos tecidos
injuriados pode ser obtida através de dois processos: regeneração e reparo. Em periodontia, a regeneração ocorre quando a
relação estrutural e funcional do tecido periodontal danifi cado é renovado. Contrariamente, no reparo, os tecidos danifi cados
são substituídos por tecidos cuja função não é, necessariamente, àquela do tecido original. A regeneração é, obviamente, o
processo de cicatrização mais desejado, entretanto, não é o processo que mais acontece, por isso diversas terapias tem sido
desenvolvidas com intuito de restaurar os tecidos periodontais perdidos. O presente trabalho objetiva revisar e analisar alguns
aspectos biológicos da cicatrização do periodonto mediante a diferentes terapias periodontais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v8i2.2004.233