ABORDAGEM HIDROTERAPÊUTICA EM PACIENTES SUBMETIDOS À ARTROPLASTIA TOTAL DE QUADRIL - UM ESTUDO MULTICASO

Guilherme Silva Nunes, Micheline Henrique Araújo da Luz Koerich, Fábio Sprada de Menezes

Resumo


Este estudo tem por objetivo avaliar a influência da fisioterapia aquática na funcionalidade da articulação do quadril, e na qualidade de vida de pacientes submetidos à artroplastia total de quadril. Trata-se de uma pesquisa descritiva, do tipo estudo multicaso. Participaram desse estudo três pacientes que procuraram o serviço de atendimento fisioterapêutico da Clínica Escola de Fisioterapia da UDESC. Para tanto, foram utilizados como instrumentos: a versão brasileira do questionário “SF-36” para avaliação da qualidade de vida; o questionário “Harris Hip Score”, que avalia a funcionalidade do quadril; e um goniômetro universal, para a mensuração da amplitude de movimento do quadril. Assim, as avaliações foram realizadas antes do protocolo de tratamento, e reaplicadas após o décimo atendimento. O protocolo proposto era constituído de exercícios de aquecimento e ambientação ao meio; alongamentos; exercícios da técnica BAD RAGAZ; fortalecimento; treino proprioceptivo e de marcha. Para a análise dos dados utilizou-se estatística descritiva, com obtenção de frequência simples. Após o tratamento, foi verificado eficácia para esses pacientes, pois considerando as medidas feitas, todos melhoraram nos quesitos funcionalidade, qualidade de vida e amplitude de movimento. Concluiu-se, portanto, que o protocolo de fisioterapia aquática foi efetivo para os indivíduos da pesquisa, apontando os possíveis benefícios desse recurso no tratamento de pessoas com limitações funcionais após procedimento cirúrgicos, como a artroplastia de quadril.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v14i2.2010.3417