ANÁLISE COMPARATIVA DO PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE ÁRBITROS E JOGADORES DE FUTEBOL

Edson Itaru Kaminagakura, Alberto Alberto Inácio da Silva, Yara Lucy Fideliz, Mauro Ricetti Paes, Marcos Ferreira dos Santos, Diego Polese

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar e comparar o perfil antropométrico de jogadores da categoria júnior, com alunos a árbitros de futebol, já que ambos estão se preparando para atuarem no futebol profissional. A amostra foi composta por 22 jogadores juniores e 37 alunos árbitros. Foram avaliadas as variáveis antropométricas de massa corporal e estatura, quatro dobras cutâneas, dois diâmetros ósseos e dois perímetros. Os alunos árbitros apresentaram um percentual de gordura corporal (%GC) de 14,3 ± 4,8, contra 11,2 ± 2,3% dos jogadores, sendo diferença estatisticamente significativa (p=0,0427). O somatotipo dos atletas da categoria júnior, foi classificado como mesomorfo-ectomorfo (2,5–3,6–3,3), ou seja, existe uma predominância dos componentes músculo-esquelético e linear (estatura). Os alunos árbitros apresentaram um somatotipo classificado como mesomorfo endomorfos (3,4-4,7-2,5), apresentando predominância dos componentes músculo-esquelético e tecido adiposo. Este maior acúmulo de gordura apresentado pelos alunos árbitros pode vir a ser um limitador do desempenho física durante a partida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v17i1.2013.4975