AVALIAÇÃO ANTIBACTERIANA DO EXTRATO DE MELALEUCA (Melaleuca alternifolia) FRENTE À CEPA DE Staphylococcus aureus

Luana Tedesco, Aedra Carla Bufalo, Evellyn Claudia Wietzikoski, Patrícia Amaral Gurgel Velasquez, Gabriela Machado Ciesca

Resumo


O uso de óleos essenciais para o tratamento de patologias de pele vem crescendo a cada dia, são facilmente comercializados para diferentes fins. Este trabalho visou a comparação e comprovação do efeito antimicrobiano do óleo essencial comercial de Melaleuca alternifolia e do óleo extraído direto da planta frente a cepa de Staphylococcus aureus (ATCC-25923). Para os testes foram escolhidos dois óleos comerciais tratados neste estudo como A e B e a extração do óleo da planta nas diferentes sazonalidades. A técnica utilizada para os testes foi a do poço por Pour Plate. A cultura bacteriana foi inoculada em placas de meio Ágar Mueller Hinton (MHA). A inoculação se deu com uma suspensão de colônias seguindo a escala de McFarland em salina estéril com concentração de 0,9 %. A cada placa contendo o meio de cultura adicionou-se 1ml dessa suspensão do inoculo, em seguida foram realizados os poços com adição de 20 µl de óleo, estes conservados em estufa a 37°C por 24 horas. Como controle positivo foi utilizado discos do antibiótico Eritromicina comercial. Todos os testes foram realizados e analisados em duplicata. Para a análise foram medidos o diâmetro dos halos de todas as amostras, os quais apresentaram uma discreta inibição. Conclui-se que o óleo essencial extraído em junho obteve maior inibição, sendo mais efetivo em Staphylococcus aureus do que os óleos comerciais A e B.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v18i2.2014.5172