A PRÁTICA EDUCATIVA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: ESTRATÉGIA PARA REPENSAR E RECONSTRUIR AÇÕES DIALÓGICAS

Iara Sescon Nogueira, Heloisa Magri Vergaças, Luana Freire Santos, Paulo Eduardo Cypriano, Marli Garcia Moreno, Simoni Obici Lima, Vanessa Denardi Antoniassi Baldissera

Resumo


Este trabalho objetivou relatar as concepções e práticas de Educação em Saúde e sua relação com a promoção à saúde pelas equipes integrantes de uma unidade de saúde da família e conduzir à ação-reflexão sobre a abordagem dialógica e emancipatória educativas, por meio de discussões grupais. Tratou-se de uma pesquisa-ação com base teórico-metodológica dos Círculos de Cultura de Paulo Freire. As percepções dos participantes, quanto às práticas educativas, não são atuais e evidencia a mudança de paradigma que estamos vivendo, do método tradicional para o dialógico. Por meio da reflexão sobre o modelo dialógico e o modelo bancário foi possível pensar sobre as práticas dos profissionais da área da saúde e a possibilidade de mudá-las.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v19i1.2015.5259