AVALIAÇÃO DO EFEITO DE POMADA DE PRÓPOLIS PARA TRATAMENTO DE HERPES LABIAL RECORRENTE – UM ESTUDO PILOTO

Giliane Cristina Cantelli Ronaldi Variani, Angelita Gabriela Palludo, Nícolas Renan Pensin, Cárin Fabíola Pensin Hahn, Daniela de Cassia Faglioni Boleta-Ceranto

Resumo


O herpes labial recorrente é uma infecção viral cuja prevalência em adultos e adolescentes varia de 10 a 15%. As lesões herpéticas aparecem em quadros recorrentes e atingem a região peribucal na forma de lesões vésico-bolhosas autolimitantes. O tratamento é realizado comumente pelos medicamentos antivirais como é o caso do Aciclovir, no entanto há apenas o controle e não a cura da doença. As terapias naturais são cada vez mais procuradas pelas pessoas, dentre as quais destaca-se a utilização da própolis. A própolis é um composto resinoso produzido pelas abelhas para proteção da colmeia. Inúmeros trabalhos demonstram propriedades farmacológicas da própolis, como por exemplo, bactericida e anti-inflamatória.  Pesquisas na área odontológica demonstram a utilização da própolis para diversas enfermidades bucais, incluindo o herpes labial recorrente. O objetivo deste trabalho foi analisar o efeito da própolis na forma de pomada para o tratamento de lesões herpéticas. Os resultados obtidos demonstraram que o uso da pomada de própolis a 5% reduziu o tempo de cicatrização, bem como aumentou o intervalo entre as recidivas de lesões herpéticas. Tais resultados são promissores, entretanto, considerando ser um estudo preliminar, novos trabalhos nesta área devem ser realizados para solidificar a eficácia da própolis em pomada para tratamento de herpes labial recorrente.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v21i1.2017.6071