NUTRIÇÃO NA DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA E SÍNDROME METABÓLICA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Lucimar Scheidt, Leucinéia Schmidt, Thais da Luz Fontoura Pinheiro, Fábia Benetti

Resumo


A doença hepática gordurosa não-alcoólica (DHGNA) é caracterizada pelo acúmulo de gordura nos hepatócitos na ausência de ingestão alcoólica e está sendo reconhecida como a principal causa de doença hepática crônica, e um dos componentes da Síndrome Metabólica, decorrente de maus hábitos alimentares e estilo de vida sedentário. Este trabalho teve por objetivo investigar a associação entre DHGNA e fatores relacionados à Síndrome Metabólica, bem como seus aspectos nutricionais. Para o levantamento bibliográfico, optou-se pela busca de artigos nas bases de dados PubMed, SciELO e LILACS, nos idiomas Português, Inglês e Espanhol. Aplicou-se a combinação dos seguintes descritores: “Liver diseases”, “Metabolic Syndrome” e “Nutrition Therapy”. Estima-se que mais de 70% dos indivíduos obesos apresentam alguma forma de DHGNA, afetando homens e mulheres. Os artigos selecionados comprovam a relação entre hiperlipidemia, resistência à insulina, obesidade e outros fatores da Síndrome Metabólica com a DHGNA. Enfim, observa-se a necessidade de mais pesquisas a respeito do assunto abordado e sua relação com a Síndrome Metabólica, devido aos impactos negativos que causam na saúde. Logo, orientações nutricionais adequadas são fundamentais para o tratamento dos pacientes.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v22i2.2018.6365