MECANISMOS EFETORES DA RESPOSTA IMUNE NA INFECÇÃO POR Bordetella pertussis

Thiago Moraes Silva de Araújo, Thayse Moraes Silva de Araújo, Kledson Lopes Barbosa

Resumo


A coqueluche é uma doença infecciosa aguda, transmissível, com predileção pelo trato respiratório, caracterizada por paroxismos de tosse seca e considerada uma importante causa de morbidade e mortalidade infantil. A resposta imunológica humoral e celular do hospedeiro promove a delimitação da infecção, pois, essas respostas se caracterizam importantes linhas de defesa, durante a colonização e infecção da bactéria. Desta forma, esta pesquisa procurou, através de uma revisão bibliográfica, descrever acerca dos mecanismos mais eficazes de resposta imune contra a B. pertussis e abordar os mecanismos de evasão efetivados pelo patógeno. A imunidade protetora gerada por vacinas de células inteiras parece ser mediada em grande parte por células Th1, enquanto menos eficaz, do que as vacinas acelulares que induzem a produção de Th2 e Th17. É necessário que a vacina acelular seja atualizada com o intuito de incluir componentes antigênicos adjuvantes, bem como incluí-la no esquema vacinal de adolescentes e adultos, na tentativa de evitar a propagação da doença após o declínio da imunidade desses indivíduos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v23i2.2019.6558