A importância da utilização da técnica RAPD para a identificação de Dactilogirídeos em tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus)

Enio Lupchinski Jr., Lauro Vargas, Ricardo Pereira Ribeiro, Heden Luiz Marques Moreira, Marivone Valentim, Jayme Aparecido Povh

Resumo


A aqüicultura é atualmente uma importante fonte de proteína animal em várias regiões do mundo. A tilápia é mais resistente às doenças bacterianas, parasitárias e viróticas do que a maioria dos peixes cultivados. No entanto a ocorrência de parasitoses pode preocupar, principalmente sob condições de estresse e altas densidades de cultivo. Os platelmintos da classe Monogenea estão entre os principais ectoparasitas de água doce. A identificação das espécies de monogenéticos em peixes está baseada, principalmente, em aspectos morfológicos. Atualmente, a Biologia Molecular desempenha um importante papel em estudos ligados à sistemática e fi logenia. A técnica por RAPD pode desempenhar um papel importante nesse sentido. A correta identifi cação dos parasitas é fundamental para sua melhor sistematização e compreensão das relações fi logenéticas, o que  pode ser relevante na separação de organismos próximos. A clara distinção entre espécies ou cepas pode ser fundamental para a identificação de diferentes características bioquímicas, ecológicas, etológicas, padrões de dispersão, patogenia, resistência a medicamentos, dentre outras. O caminho mais plausível a ser seguido parece ser a somatória dos enfoques morfológico com o refinamento das análises, por meio de métodos moleculares.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v9i1.2006.39