AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO LEITE CRU DURANTE ACOMPANHAMENTO TÉCNICO NAS PROPRIEDADES RURAIS DO MUNICÍPIO DE PEROBAL-PR

Marileide Ambrósio, Carolina Beraldo, Milene Ribeiro da Silva, Fábio Moritz, Cristiane Mengue Feniman Moritz

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade físico-química e microbiológica do leite cru, durante o acompanhamento técnico mensal sobre higienização e sanitização durante a ordenha em cinco propriedades rurais no município de Perobal/PR. As amostras de leite cru apresentaram-se em conformidade com a legislação vigente quanto aos parâmetros físico-químicos. Todas as amostras apresentaram ausência de Salmonella sp. Foram detectadas as contagens de aeróbios mesófilos e psicrotróficos dentro do limite máximo aceitável, com exceção do penúltimo mês de estudo para a contagem de mesófilos. Houve uma redução aparente nas contagens de coliformes 30ºC nos dois últimos meses de estudo e na contagem de coliformes 45ºC nas amostras de 3 produtores. Nos dois primeiros meses apenas dois produtores apresentaram amostras com contagens de estafilococos coagulase positiva, mas nos dois meses sequentes não houve a detecção de colônias nas amostras de todos os produtores. Entretanto, no último mês contagens entre 3,70 e 4,18 log10 UFC/mL foram observadas em amostras de quatro produtores. Das 25 amostras, 22 (88%) apresentaram as características de leite mastítico. As oscilações apresentadas entre os meses de estudo refletem um possível não comprometimento com as orientações técnicas recebidas, principalmente no último mês nas contagens de coliformes 45ºC e estafilococos coagulase positiva.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v19i4.2016.6099