PARÂMETROS SANGUÍNEOS E OPG (OVOS POR GRAMA DE FEZES) DE OVELHAS MESTIÇAS DA RAÇA Dorper EM DIFERENTES GRAUS DO MÉTODO FAMACHA

Andressa Gagliardo Amaducci, Jessé Lahos Borges, Matheus Dias Sitko, Tamiris Tonette Martines, Júlio Cândido dos Anjos Silva, Ana Paula Zanfrilli dos Santos, Gilberto Alves Ferreira, André Felipe Berto de Almada, Ranulfo Piau Junior

Resumo


A criação de ovinos no Brasil vem se desenvolvendo em larga escala nos últimos anos, entretanto, as verminoses continuam causando grandes perdas no setor de ovinocultura. Dentre as verminoses, as helmintoses são responsáveis pelos maiores prejuízos na criação de ovinos, sendo o principal parasita causador destas perdas o Haemonchuscontortus, predominante em diversas regiões do Brasil. Grande parte desta patogenicidade é proveniente de sua hematofagia e lesão na mucosa do abomaso. Esta perda de sangue implica também na perda de outros elementos figurados sanguíneos. Animais com intensa parasitose podem apresentar, além da anemia, leucopenia por linfopenia e perdas proteicas que caracterizam uma hipoproteinemia. Dessa forma, métodos de avaliação do estado sanitário dos animais foram desenvolvidos como estratégia auxiliar no controle do Haemonchus. O grau de anemia dos animais do experimento foi determinado pelo método Famacha e por métodos laboratoriais: albumina, hematócrito, hemoglobina, proteína plasmática total, contagem total de eritrócitos, volume globular, leucócitos totais, linfócitos e OPG (ovos por grama de fezes) em ovelhas. O objetivo foi correlacionar o método Famacha com os resultados dos parâmetros sanguíneos, para conhecer de forma mais rápida, o estado de anemia do animal como indicador de hemoncose. Foram utilizadas para o experimento 20 ovelhas mestiças da raça Dorper. As coletas de sangue, fezes e a avaliação da coloração da conjuntiva ocular por meio do método Famacha foram realizadas no mesmo dia. Foi observado um maior número de animais com o grau de Famacha2, os animais com grau 1 apresentaram menor número de OPG, maior número de hemácias, maior quantidade de hemoglobina, maior hematócrito quando comparados com os animais com graus 2 e 3. Conclui-se que o método Famacha é eficaz na estratégia de combate da hemoncose ovina.

Texto completo:

PDF