PALMA FORRAGEIRA: SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS PARA O CULTIVO NA REGIÃO SEMIÁRIDA DO CEARÁ, BRASIL

Tiago de Sousa Leite, Moadir de Sousa Leite, Salvador Barros Torres

Resumo


A produção pecuária consiste numa das principais atividades econômicas do Ceará. Contudo, muitos rebanhos no estado ainda sofrem com a escassez de forragens em períodos de estiagem. A baixa eficiência das forrageiras tradicionais em condições de semiaridez indica a necessidade de espécies mais adequadas à realidade da região. Nesse sentido, esta revisão objetiva avaliar a situação atual e perspectivas para o cultivo da palma forrageira no semiárido cearense, apresentando características gerais da espécie bem como da região em estudo. Devido sua adaptação às condições de baixa disponibilidade hídrica, a palma forrageira é de grande importância para a produção pecuária no Ceará e consiste em tecnologia chave para a convivência com o semiárido. Estudos de zoneamento agrícola revelam que as exigências edafoclimáticas para o cultivo dessa espécie são semelhantes às condições disponíveis na maior parte do semiárido cearense. Atualmente, diversas iniciativas governamentais e privadas visam incentivar o plantio da palma no estado. Todas elas buscam melhorar as condições da atividade pecuária, reduzindo o êxodo rural e garantindo o desenvolvimento sustentável da região.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v21i2.2018.6310