NÍVEIS DE INCLUSÃO DA TORTA DA SEMENTE DE CUPUAÇU NA DIETA DE FRANGOS CAIPIRAS CRIADOS NA AMAZÔNIA OCIDENTAL

Julio Veras de Almeida e Silva, Fábio Augusto Gomes, Henrique Jorge de Freitas, Maria de Jesus Souza da Silva Barbosa, Jean Carlos Torres da Silva

Resumo


O experimento foi realizado com o intuito de avaliar os efeitos da inclusão da torta da semente de cupuaçu (TSC) nas dietas de frangos de linhagem caipira. O delineamento foi o inteiramente casualizado e foram utilizados 300 pintainhos de corte, sendo que os níveis de inclusão foram de 0, 5, 10, 15 e 20%, de TSC nas rações. Cada tratamento possuía seis repetições com 10 aves. Foram analisados os níveis de inclusões da TSC nos períodos de 1-14, 1-28, 1-42, 1-56 e 1-70 dias de criação, em relação ao desempenho zootécnico (consumo de ração, peso vivo, conversão alimentar, eficiência alimentar e viabilidade dos frangos). Foi analisado também o rendimento de carcaça e a margem bruta relativa (MBR). A utilização da TSC na dieta dos frangos reduziu o consumo de ração e, consequentemente, o peso vivo, piorando a conversão alimentar, reduzindo a eficiência alimentar da ração e a viabilidade dos frangos. Não houve influência da inclusão da TSC sobre o rendimento de carcaça de machos, porém houve aumento no rendimento de moela vazia, intestinos e redução da gordura abdominal. Houve também redução na MBR, conforme os níveis crescentes de inclusão da TSC.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v20i1.2017.6312