SOROPREVALÊNCIA DE Toxoplasma gondii EM GATOS DOMICILIADOS EM PALOTINA, PARANÁ, BRASIL

Laura Zanella Souza, Raquel Granato Alves Rodrigues, Devielle Aline Dahmer de Oliveira, Juliane Laís Roman, Marivone Valentim Zabott, Simone Benghi Pinto, Laura Helena França de Barros Bittencourt, Mônica Kanashiro Oyafuso

Resumo


A toxoplasmose é uma zoonose causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, sendo uma das parasitoses mais difundidas mundialmente. O presente estudo teve como objetivo analisar a prevalência de anticorpos IgG anti-T. gondii em gatos atendidos no Hospital Veterinário da UFPR e em clínicas veterinárias do município de Palotina. Foram analisadas 100 amostras de soro sanguíneo, por meio da reação de imunofluorescência indireta (RIFI) e juntamente foi feito um levantamento epidemiológico por meio de questionário, respondido pelos proprietários dos animais, com relação as condições de vida dos felinos, com a finalidade de caracterizar fatores associados ao risco de infecção por T. gondii nos animais estudados. As informações obtidas foram analisadas pelo programa Epi Info 3,05. A prevalência de anticorpos IgG anti-T. gondii para a população analisada foi de 29% (29/100). Dentre as variáveis estudadas, o acesso à rua, a outras casas, ao telhado, a presença de pombos na residência, o hábito de caçar, o fato de comer restos de comida e a idade (acima de um ano), foram associadas significativamente com a presença da infecção pelo protozoário. As informações obtidas são relevantes para caracterizar fatores de risco e vias de transmissão da toxoplasmose nos animais estudados e elaborar estratégias para o controle e profilaxia da doença entre os felinos domésticos da região.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v20i3.2017.6395