EFEITO DO FOTOPERÍODO NO CRESCIMENTO, CONSUMO ALIMENTAR E QUALIDADE DA CARCAÇA DE TILÁPIAS INVERTIDAS

Rodrigo Diana Navarro, Thalita Milo Simões Ferreira, Fernanda Keley Silva Pereira Navarro

Resumo


A incidência luminosa pode induzir diversos efeitos sobre o crescimento, alimentação, desenvolvimento e reprodução de peixes. O fotoperíodo é sinal principal para maior influência sobre o ritmo circadiano dos peixes e pode afetar o ganho de peso, a ingestão de alimento e a utilização de energia. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de diferentes regimes de fotoperíodo no crescimento, consumo alimentar e qualidade da carcaça de tilápias invertidas, em um sistema fechado. Foram utilizados 150 alevinos de tilápias invertidas, provenientes da estação de piscicultura. Os peixes foram acondicionados e distribuídos em 15 aquários com a capacidade de 65 litros cada um, em delineamento inteiramente ao acaso, com três tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos diferenciarão nas simulações dos fotoperíodos emerais (horas de luz) que durarão T1= 24 horas de escuro, T2= 12 horas de escuro e 12 horas de Luz, T3= 24 horas de luz. Cada peixe foi considerado uma unidade experimental. Não houve diferença significativa para desempenho, mas houve diferença para Índice gonadossomático (IGS). Conclui-se que o fotoperíodo (12L:12E) promove melhor índice gonadossomático em tilápia. Para melhor qualidade de carcaça e desempenho produtivo sugere o fotoperíodo (24L:0E).

Texto completo:

PDF