METODOLOGIA DE ENSINO COM ÊNFASE NO EXERCÍCIO DA SOCIALIZAÇÃO E NA CONSTRUÇÃO DISCURSIVA A PARTIR DO GÊNERO BIOGRÁFICO

Átima Clemente Alves Zuanon, Ofélia Maria Imaculada, Ângela Maria Garcia

Resumo


Objetivou-se relatar a aplicação de uma metodologia de ensino com ênfase na socialização e na construção discursiva a partir do gênero biográfico. O trabalho foi realizado no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa e envolveu três áreas do conhecimento. As práticas foram desenvolvidas com 160 alunos da primeira série do Ensino Médio, distribuídos aleatoriamente em 40 grupos, cada um com quatro indivíduos. Para possibilitar a integração dos alunos com os demais agentes da escola, a cada grupo foram atribuídas tarefas comuns de exercício da socialização: estudo e produção de textos discursivos a partir do gênero biográfico; coleta de dados ou informações por meio de entrevistas orientadas; registros de textos e fotografias; e, finalmente, a construção de um mural “O dia de todos da escola”. Os resultados do trabalho na escola confirmam que uma proposta metodológica que tenha como objetivo central gerar oportunidade de conhecer os demais agentes da escola por meio do exercício da socialização e da compreensão acerca do comportamento social humano no trabalho contribui para a formação crítica e integral do indivíduo. A capacidade dos alunos de se organizar e construir suas próprias estratégias de aprendizagem, sob a orientação dos mediadores/facilitadores, contribui para a formação de um indivíduo mais seguro, facilitando a prática do diálogo em ambientes externos à sala de aula. A postura apresentada pelos alunos no decorrer da tarefa sugere que a aplicação de estratégias de ensino interdisciplinares e que exijam dos discentes a socialização, estimulando seu interesse pelo outro no ambiente escolar pode trazer bons resultados em diversas esferas do conhecimento. Há necessidade de criação de dispositivos de atendimento extraclasse para os alunos, com o planejamento de atividades bem orientadas, a fim de fomentar sua presença em grupos sistematizados de trabalho; e a prática do exercício da reflexão sobre suas ações pedagógicas cotidianas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v12i2.2012.4779