Biomateriais para reparação cirúrgica da parede abdominal em animais DOMÉSTICOS Revisão

Valcinir Aloisio Scalla Vulcani, Delphim da Graça Macoris, Ana Maria de Guzzi Plepis

Resumo


A reparação dos tecidos que compõem a parede abdominal é uma necessidade cirúrgica constante. Especificamente para utilização em animais domésticos, o maior desafio é o desenvolvimento de biomateriais que suportem forças exercidas pelas vísceras, em virtude de sua posição quadrupedal e pela movimentação das estruturas após o procedimento cirúrgico. Nas últimas décadas diversos materiais sintéticos têm surgido e apresentado resultados significativos em relação à tensão a que são submetidos e à formação de tecido cicatricial. No entanto, o conhecimento interdisciplinar das estruturas moleculares responsáveis pela antigenicidade, proliferação celular e dos mecanismos que possam alterá-los, proporcionou a obtenção de biomembranas derivadas de tecidos orgânicos, com resultados superiores em relação à interação com os tecidos dos hospedeiros dos implantes e à regeneração tecidual.  Assim, o objetivo desta revisão é de conflitar os principais trabalhos de uso comparativo de biomateriais naturais e sintéticos na parede abdominal e compilar os conhecimentos moleculares, que norteiam o desenvolvimento de técnicas de obtenção de biomateriais naturais.

Texto completo:

PDF