UTILIZAÇÃO DE MICRO-ORGANISMOS ISOLADOS DE KEFIR COMO CULTURA PADRÃO PARA DETECÇÃO DE INIBIDORES NO LEITE

Marina Ferrasso, Carolina Janelli da Silva, Priscila Alves Dias1, Helenice de Lima Gonzalez, Cláudio Dias Timm

Resumo


Resíduos de inibidores em leite são um problema para saúde pública e sua detecção é muito importante. Bactérias lácticas podem ser utilizadas como cultura teste no método de Disco de Filtro substituindo o Geobacillus stearothermophilus. O objetivo deste trabalho foi analisar o potencial de bactérias lácticas isoladas de grãos de kefir para utilização como cultura padrão no Teste do Disco do Filtro para detecção de inibidores no leite. Foram testadas 20 bactérias láticas quanto à sensibilidade a 16 diferentes antibióticos por meio da técnica de difusão de disco. A bactéria com sensibilidade ao maior número de antimicrobianos foi testada frente a diferentes concentrações dos antibióticos, e determinado seu limite de detecção, o qual foi comparado com a cepa padrão da técnica. A cepa teste LIPOA 5079 foi a única que apresentou sensibilidade igual ou maior que a cepa padrão na técnica de difusão de disco e foi utilizada como cultura teste na técnica de detecção de inibidores. A cepa teste pode ser utilizada como cultura padrão para Teste do Disco do Filtro para detecção de resíduos dos antimicrobianos ampicilina, azitromicina, cefalexina, ciprofloxacino, doxicilina, enrofloxacina, eritromicina, gentamicina e neomicina no leite.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v18i4.2015.5748