Isolamento e Caracterização de Cepa de Moderada Virulência do Vírus de Peste Suína Clássica no Estado do Paraná, Brasil

Mara Eliza Gasino Joineau, Rosária Regina Tesoni Barros Richartz, Maria Aparecida de Carvalho Patrício, Ernesto Renato Krüger, Abdel Naser Haj Ahmad, Metry Bacila

Resumo


Trata o presente trabalho do isolamento viral realizado em outubro de 1997, no Laboratório de Virologia do Centro de Diagnóstico "Marcos Enrietti", de uma cepa de moderada virulência do vírus da Peste Suína Clássica (PSC), a partir de fragmentos de órgãos provenientes de granjas de suínos do monicípio de São Pedro do Iguaçu, Paraná, Brasil. Foram empregadas técnicas de imunofluorescência e imunoperoxidase indiretas em cortees histológicos, ensaio imunoenzimático (ELISA) para detecção de antígeno viral e isolamento viral em cultivo celular da linhagem PK15 (Porcine Kidney, Sus scrofa). Os resultados positivos obtidos pelas diferentes técnicas empregadas mostraram grande precisão para o diagnóstico da Peste Suína Clássica. Com base nesses resultados, o Serviço de Sanidade Animal recomendou o abate de cerca de 2.000 suíno em sete propriedades envolvidas no foco e a tomada de medidas zoosanitárias adequadas para prevenir a disseminação da doença.

Texto completo:

PDF


Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR