USO DA ASSOCIAÇÃO ENTRE HIDROXIAPATITA E PLASMA RICO EM PLAQUETA NO TRATAMENTO DE UMA NÃO UNIÃO ÓSSEA DE RÁDIO E ULNA EM UM CÃO – RELATO DE CASO

Juliana Rodrigues Brito da Costa, Daniela Arantes Perrut, Alexandre Martins Ferreira, Diego Gonzalez Vivas

Resumo


A não união óssea é uma complicação ortopédica que ocorre normalmente devido à instabilidade da fratura em decorrência de uma escolha de fixação inadequada ou inapropriada, sendo esta mais comumente observada em cães de raças pequenas e miniatura. Este trabalho relata a utilização da associação entre Hidroxiapatita e Plasma Rico em Plaqueta no tratamento de uma não união óssea de rádio e ulna e esclarece os benefícios destes biomateriais no processo de regeneração do tecido ósseo. O presente trabalho tem por objetivo relatar o caso de um canino com não união óssea de rádio/ulna devido ao alinhamento inadequado dos fragmentos ósseos no tratamento conservador com bandagem, proporcionando instabilidade do foco da fratura. No tratamento cirúrgico consistiu na colocação de uma placa óssea e enxertia com Hidroxiapatita e Plasma Rico em Plaqueta para melhor regeneração óssea. A utilização de tais biomateriais no tratamento da não união foi benéfica para a formação do calo ósseo primário, não produzindo efeitos adversos para o paciente. A partir deste resultado podemos concluir que, embora estudos sobre biomaterias e enxertia sejam importantes, a aplicabilidade destes biomaterias mostrou-se um método eficiente, não apresentando sinais de infecção e nem evidência de rejeição.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v23i2cont.2020.8227