O PACIFISMO EM BOSSUET

Maria Izabel Barbosa

Resumo


Enfatizaremos que, ao perceber o quanto a paz no reino era imprescindível à ordem pública, à autoridade real, no livro nono da Politique Bossuet defende o pacifismo como uma virtude fundamental a ser cultivada pelo príncipe cristão.


Texto completo:

PDF


Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR