NOVAS PRÁTICAS COLABORATIVAS DE ESCRITA POR MEIO DO USO DE GÊNEROS DIGITAIS

Petrilson Alan Pinheiro

Resumo


O objetivo deste trabalho é possibilitar um repensar e uma redefinição dos modelos de produção textual com os quais a escola ainda opera, buscando, para isso, articular as práticas de escrita escolares e as tecnologias da comunicação e da informação disponibilizadas na Internet. Na tentativa de explorar tal relação, propomos a análise do uso do gênero digital e-mail para a construção de práticas colaborativas de escrita entre alunos do ensino médio. Para tanto, apoiar-nos-emos numa base teórica ancorada nos construtos bakhtinianos de gêneros discursivos, na teoria situada de gêneros (ERICKSON, 1997) e nos gêneros comunicativos, para dar conta do comportamento dos gêneros digitais (CROWSTON, 1996; Yates, Orlikowski, & Rennecker, 1997; Cope & Kalantzis, 1999; SHEPHERD & WATTERS, 1999).

Texto completo:

PDF


Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR