EDUCAÇÃO INCLUSIVA PELA IGUALDADE DE OPORTUNIDADES: DEBATE SOBRE GÊNERO E SEXUALIDADE NA ESCOLA

Raynan Henrique Silva Trentim, Tereza Rodrigues Vieira

Resumo


O fundamental escopo do presente trabalho é conjeturar acerca da problematização da temática concernente às sexualidades e gêneros no ambiente escolar. Por meio de pesquisa bibliográfica almeja-se demonstrar que a criança e o adolescente têm direito à informação sobre seu corpo e seu funcionamento, bem como respostas atinentes às sexualidades e aos gêneros. Contudo, o enfoque deverá ser conduzido observando-se aspectos da conduta científica e humanista, evitando-se permeio pelo instigado universo do senso comum. A criança e o adolescente têm direito à educação inclusiva, que perpassa e quebra diversos tipos de preconceito e discriminação de caráter sexual e de gênero, uma vez que não se pode labutar na educação ignorando estas manifestações. A legislação zela pela dignidade da criança e do adolescente, portanto a erradicação do preconceito deve ser questão fundamental para a inclusão escolar e o exercício da cidadania sem discriminação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/akropolis.v27i2.7636