POR UMA ABORDAGEM ETNOGRÁFICO-DISCURSIVA PARA A ESCRITA NAS DISCIPLINAS

Pedro Augusto Pereira Brito

Resumo


Neste trabalho, objetivamos apresentar alguns estudos sobre a escrita acadêmico-científica, focalizando o tratamento dado as pesquisas do Letramento Acadêmico, bem como os trabalhos tematizados na especificidade da área denominada Escrita nas Disciplinas a fim de levantar inquietações teóricas que abram vias para um deslocamento teórico-metodológico. Para isso, são apresentados elementos teóricos que, em diálogo, são reflexões que envolvem: o ensino de escrita, o contexto acadêmico de seu acontecimento e os estudos da escrita disciplinar. Para tratar do letramento acadêmico, trazemos a discussão de Lea e Street (2006). Sobre a visão teórico-metodológica para o ensino de escrita que pretendemos aproximar da escrita nas disciplinas, apresentamos, de maneira específica, em Corrêa (2013) as bases teóricas para o seu ensino. Por fim, procedemos à apresentação de pesquisas que se desenvolvem a respeito da escrita em campos cujo escopo não é centralmente a linguagem, sobretudo as da área da Escrita nas Disciplinas, e de pesquisas nacionais que nela se apoiam, a fim de propor provocações para um cruzamento teórico que instigue o desenvolvimento de pesquisas sobre Letramentos Acadêmicos em uma perspectiva etnográfico-discursiva. Espera-se, assim, que as provocações propostas pela organização deste artigo possibilitem (re)pensar, centralmente por meio de uma perspectiva etnográfico-discursiva, as práticas de ensino e aprendizagem de escrita no contexto do ensino superior em diversas áreas do conhecimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/akropolis.v29i1.8476

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR