A FORMAÇÃO DO LEITOR LITERÁRIO NO CONTEXTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS: UMA ABORDAGEM SOB A PERSPECTIVA DA BNCC

Eliza Adriana Sheuer Nantes, Adriana Giarola Ferraz Figueiredo, Idelma Maria Nunes Porto, Gutemberg Carvalho Vieira da Silva, Jackson Smiderle, Ligia Fogolin Gargioni, Tatiane Caldeira dos Santos Bernardo

Resumo


Este artigo tem o objetivo de apresentar uma pesquisa bibliográfica sobre a formação do leitor literário, na perspectiva da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), relacionando a prática da leitura com o contexto digital e as novas tecnologias, a fim de instrumentalizar este grupo de pesquisadores para uma ação futura nessa área. Para tanto, buscar-se-á, como principal fundamento, o que preconiza a BNCC acerca do Ensino de Literatura, no Ensino Fundamental – Anos Finais, observando-se que o documento considera necessário atingir a dimensão humanizadora, transformadora e mobilizadora da literatura: “é preciso supor – e, portanto, garantir a formação de – um leitor-fruidor, ou seja, de um sujeito que seja capaz de se implicar na leitura dos textos, de ‘desvendar’ suas múltiplas camadas de sentido, de responder às suas demandas e de firmar pactos de leitura” (BRASIL, 2017, p. 138). Este estudo, ao abordar a importância dos recursos tecnológicos na esfera educacional, como estratégia para a formação de leitores de textos e do mundo, justifica-se por sua relevância no contexto pedagógico. O construto epistemológico que sedimenta a presente pesquisa é baseado em autores que discutem a tríade literatura-ensino-tecnologia, pois, para haver o adequado desenvolvimento do educando, na era digital, é preciso contemplar do letramento literário ao letramento digital, abarcando as relações entre as linguagens da Arte, inclusive aquelas viabilizadas por meio do uso das novas tecnologias de informação e de comunicação, pois estas permitem a mobilização de recursos tecnológicos que propiciam alternativas inovadoras de registro, de pesquisa e de criação artística, compreendendo, de forma crítica e, ainda, problematizadora, os modos de produção e de circulação da literatura na sociedade, frente ao novo cenário social e educacional estabelecido na contemporaneidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v19i1.2019.6864

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR