IRONIA SOCRÁTICA: A ARTE DA DESTERRITORIALIZAÇÃO ATRAVÉS DE CANÇÕES

Jefferson Silva Queiroz

Resumo


O presente trabalho apresenta uma proposta para utilizar a música em sala de aula com intenção de despertar os (as) alunos (as) para a leitura e consequentemente o espírito crítico sobre o mundo circundante. Durante a realização das atividades percebeu-se que, gradualmente a capacidade de questionar foi sendo despertada através da abertura e participação dos envolvidos naquela prática. Ao ler e falar sobre as letras das canções identificou-se que há mais do que melodia e ritmo em uma música, ela possui contexto, intenção, relação com o meio (político, social, econômico, familiar, religioso e etc.). Extrair das letras o prazer para além da satisfação rítmica e melódica foi uma experiência de amadurecimento e aperfeiçoamento de conceitos. Diante de todos os questionamentos gestados ao longo do processo da pesquisa, a problematização surgiu mediante a necessidade e a preocupação dos educadores: como tornar minha aula interessante e fazer com que meu aluno seja de fato protagonista do processo de ensino e aprendizagem?


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v20i2.2020.7213