BURSITE COTOVELAR AGUDA EM FILHOTE: RELATO DE CASO

Fernanda Vieira Henrique, Carla Lauise Rodrigues Menezes Pimenta, Rosileide dos Santos Carneiro, Angélica Ramalho de Araújo Leite, Rafaela Alves Dias

Resumo


Bursite cotovelar é uma cavidade preenchida por fluido, circundada por tecido conjuntivo fibroso denso, que surge na face lateral do olécrano. Normalmente, essa condição clínica é causada por traumatismo crônico. Relata-se um caso de bursite cotovelar aguda bilateral em um cão da raça dálmata, macho, de 35 dias de idade. Clinicamente, o animal apresentava aumento de volume flutuante e indolor, na região do olécrano, bilateral, de um dia de evolução. Na punção aspirativa foi observado um líquido de aspecto seroso e vermelho, e no exame citológico apenas leucócitos e hemácias. Devido ao histórico e tempo de evolução, o diagnóstico presuntivo foi de bursite cotovelar traumática aguda. O tratamento preconizado foi à base de anti-inflamatório, tratamento tópico, bandagem ao redor da lesão e repouso. O cão retornou com sete dias totalmente recuperado. Apesar da bursite em pequenos animais ocorrer devido a traumas repetidos, apresentando uma característica de cronicidade, a bursite pode ser aguda e se originar de um único trauma.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v17i3.2014.4943