TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES E SEUS PRODUTOS NO EXTREMO OESTE BRASILEIRO

Gilcineide Araujo Pires, Suelen Ferreira da Costa Rodrigues, Kelen Rodrigues Macedo, Angela Maria Fortes de Andrade, Itacir Olivio Farikoski, Henrique Jorge de Freitas, Vania Maria França Ribeiro

Resumo


O tráfico de animais silvestres vivos e abatidos no estado do Acre ocorre constantemente. Notadamente a fauna silvestre está perdendo a batalha com a exploração desenfreada nesta região, uma vez que a carne de animais silvestres é importante fonte proteica e muitas pessoas alegam que praticam a caça como forma de subsistência. No entanto, a maioria das apreensões feitas pelos órgãos competentes pertence à avifauna acriana. Estas oriundas de atividades ilícitas, e se não interceptadas iriam abastecer o mercado ilegal, seriam exportadas e vendidas a preços exorbitantes. Diante do acentuado índice de ocorrência de autuações sobre tráfico de animais silvestres, vale ressaltar que a sociedade e as comunidades locais têm papel fundamental na conscientização de que os animais silvestres podem ser extintos devido à caça predatória.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v18i4.2015.5751