INSUFICIÊNCIA PANCREÁTICA EXÓCRINA EM CÃO - RELATO DE CASO

Renata Panichi da Veiga de Lucca

Resumo


A insuficiência pancreática exócrina é uma incapacidade na secreção de enzimas digestivas decorrentes da diminuição do tecido acinar do pâncreas acarretando uma má digestão e absorção. O presente trabalho relata o caso de uma cadela SRD de um ano e meio com histórico de emagrecimento, esteatorréia, burburinhos e polifagia que foi diagnostica com insuficiência pancreática exócrina após teste de imunorreatividade da tripsina. O tratamento instituído com suplementação de enzimas pancreáticas foi eficiente no controle e evolução da doença.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v20i2.5961

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR