Análise regional do município de Manaus–AM: um estudo sobre o comportamento do emprego nos anos de 1985 a 2000

Gilnei Saurin, Léo Mathias Miloca, Carlos Alberto Piacenti, Moacir Piffer

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar o crescimento e a distribuição das
atividades econômicas do município de Manaus no Estado do Amazonas e sua
inserção na economia nacional, identificando quais as atividades econômicas são
utilizadas para o seu crescimento e desempenho, no período de 1985 a 2000. Para
isso utilizou-se do método de análise regional através de seus vários instrumentais.
Considerou-se como variável o número de empregados, distribuídos por atividade
e por região e à mão-de-obra ocupada por atividade, conforme distribuição feita
pelo IBGE em 9 categorias. Através da análise percebeu-se que a dinâmica de
crescimento do município de Manaus está ligada a Zona Franca e particularmente
as atividades da Indústria de Transformação e a Administração Pública, sendo
estas atividades as principais difusoras do processo multiplicador do emprego,
através da criação de empregos não-básicos. Portanto, o município de Manaus,
no Estado do Amazonas apresentou uma estrutura bastante concentrada nestas
atividades, mas apresentando elementos para a difusão no espaço regional e com
fortes ligações com o resto do país. Apesar disso, pode-se afirmar que a base
de exportação do município está crescendo, mesmo que lentamente, e inserindo
cada vez mais a região na economia do país e do mundo, e quando, as atividades
básicas ou de exportação crescem, tem-se uma expansão da demanda de bens e
serviços locais e, essa demanda local será impulsionada através do aumento do
emprego não básico ou de consumo local da região.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v6i1.303