AGREGAÇÃO DE VALOR ECONÔMICO: UM ESTUDO COMPARATIVO DAS EMPRESAS AMBEV E SOUZA CRUZ

Julia Fieri de Oliveira, Thaís Dodó Costacurta, Isabel Cristina Gozer

Resumo


Este estudo versa sobre a importância da avaliação de empresas, haja vista que proporciona aos empresários e diretores condições favoráveis para a compreensão e uma leitura acertada para projetos futuros de crescimento e investimento. Defende-se a ideia que, por meio da avaliação, os dados apresentados pela empresa se tornam mais confiáveis. O processo para a avaliação de empresas não é instantâneo, passa por diversas fases que precisam ser respeitadas para que a avaliação seja eficaz e completa. Descreve-se na fundamentação teórica alguns passos que são essenciais para que uma avaliação de empresas se torne eficiente, entre esses destacam-se a Demonstração de Fluxo de Caixa – DFC e o Economic Value Added – EVA. O primeiro é um controle financeiro que auxilia o administrador a tomar decisões de acordo com o caixa da empresa, por sua vez o EVA, é um indicador de desempenho que representa o valor econômico agregado à empresa. Quanto ao método, trata-se de uma pesquisa quantitativa e descritiva, cujo material estatístico visa a detalhar e comparar os resultados das empresas AMBEV e Souza Cruz. No período analisado, o desempenho das empresas a partir do EVA, foi satisfatório, haja vista que os resultados de ambas foram positivos e crescentes. Portanto, houve agregação de valor econômico no período analisado, ou seja, de 2009 a 2011. Tal fato deve-se ao aumento do retorno sobre o capital investido e, também, pela queda observada no custo, já que na empresa AMBEV houve uma variação de crescimento de 42,11% e, na empresa Souza Cruz, uma variação positiva de 17,56%.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v15i2.5646